espanhol DiminutivosO uso dos diminutivos em espanhol é muito interessante, pois é o idioma que mais habitualmente confere um caráter afetivo (para o mal ou para o bem) a uma palavra. O curioso é que o mesmo diminutivo (sempre um sufixo, ou seja, um afixo que vai no final da palavra) às vezes pode ter uma conotação até carinhosa, ou familiar, e outras vezes pode ser usada como uma ideia de desprezo ou escárnio.

Mas o sentido habitual de um diminutivo é dar a ideia de algo menor ou de menor intensidade. Vamos ver então alguns dos principais sufixos diminutivos e seus usos mais frequentes.

Lembramos que a escolha de um ou outro sufixo se dá pelos costumes de cada país ou região, não havendo regras fixas sobre o uso dos diminutivos, e México é longe o país que mais usa diminutivos, sendo até engraçado para quem não está acostumado ou não foi avisado, ouvir uma conversa de mexicanos, seguidos de perto pelos venezuelanos.
QUASE TODAS AS PALAVRAS ADMITEM MAIS DE UM, OU ATÉ VÁRIOS DIMINUTIVOS.

 

 

Diminutivos mais usados

 

Ito/ita – Para usar este diminutivo com palavras que terminam em vogal a ou o, somente tiramos a última vogal e acrescentamos ito/ita, e nas palavras terminadas em consoante, exceto n e s.

Exemplos:

perro/perrito, gata/gatita, cielo/cielito, limpio/limpito, ahora/ahorita, canasta/canastita, ángel/angelito, árbol/arbolito, pastel/pastelito, reloj/relojito, caracol/caracolito, quieto/quietito, mantel/mantelito, despacio/despacito, limpio/limpito, francês francesito, fuego/fueguito, flaca/flaquita, regalo/regalito

 

cito/cita, ecito/ecita, cecito/cecita– Usamos quando a palavra é monossílaba ou quando termina em vogal acentuada, acrescentando cito ou cita, e com as palavras terminadas em n, s ou r.

pie/piecito, gol/golcito, sol/solcito, corazón/corazoncito,melón/meloncito, león/leoncito, lombriz/lombricita (se cambia la z por la c), tren/trencito, pan/pancito, lunar/lunarcito, motor/motorcito, calor/calorcito, patrón/patroncito, sol/solecito, tarde/tardecita, cofre/cofrecito, novio/noviecito, pez/pecesito, caliente/calientecito, pie/piececito, jefe/jefecito, limpio/limpiecito

 

 

Os outros diminutivos são de uso mais regional e às vezes perde-se uma vogal ou muda-se uma letra, conforme o caso específico, como: puerto/portezuelo

 

ico/ica – canto/cantico, plato/platico, bastante/bastantico, igual/igualico, mantel/mantelico, zapato/zapatico, potro/potrico, rato/ratico, cuento/cuentico, viejo/viejico, caracol/caracolico, flor/florecica

 

illo/illa/cillo/cilla/ecillo/ecilla – cola/colilla, libro/librillo, chico/chiquillo, máquina/maquinilla, mesa/mesilla, ojo/ojillo, potro/potrillo, flaco/fraquillo, calzón/calzoncillo, pastor/parstorcillo, amor/amorcillo, hombre/hombrecillo, lengua/lenguecilla

 

in, ino, ina – pelo/pelín, pequeño/pequeñín, niebla/neblina, peluca/peluquín

 

uelo/uela, zuelo/zuela, ezuelo/ezuela – rayo/rayuela, mozo/mozuelo, rodaja/rodajuela, cabaña/cabañuela, plaza/plazuela, choza/chozuela, paja/pajuela, playa/playuela, hebilla/hebilluela paño/pañuelo, bizcocho/bizcochuelo, hierba/hierbezuela, puerta/puertezuela, rey/reyezuelo, fuerte/fortezuelo, prado/pradezuelo, escritor/escritorzuelo, ladrón/ladronzuelo

 

 

As exceções

 

Algumas palavras, ainda que diminutivas, mudam de significado ou são usadas com mais de um significado, segundo a região ou país.

 

Fruta/frutilla (diminutivo na Espanha)/frutilla (morango, na América Latina)
Mano/manita (diminutivo), mano/manecilla (ponteiro do relógio), mano/manija (maçaneta)
Viola/violín (muda completamente, pois são dois instrumentos musicais diferentes).

 

 

Vamos nos divertir com um diálogo que aconteceu em Acapulco, México.

 

Chegando no hotel, o casal de férias é gentilmente recebido, e conduzido ao quarto, onde recebem explicações sobre como usar as coisas.

 

– Bienvenidos a nuestro hotel, señor Miguel, señora Grace.

– Muchas, gracias, muy amable.

– Espero que disfruten de este veranito tan agradable que tenemos en Acapulco. ¿Desean ir ahorita a la habitación? Supongo que está cansadita del largo viaje, mi reyna!

– (Grace sorprendida por el “mi reyna”) “Sí, gracias, si nos lleva ahora, se lo agradeceré mucho.”

– Por supuesto, y usted, señor Miguel, ¿desea un cafecito antes de subir, o una aguita helada?

– No gracias, preferimos subir ahora.

Ahorita mismo, jefecito. Vamos al ascensor, por aquí.

 

 

No quarto

Muy bien, señor, señora, por aquí. Aquí al costadito dejan la tarjetita mientras permanecen en la habitación, de esa forma funciona la parte eléctrica. Al salir la quitan y la llevan, entonces todo se apaga automaticamente. Vean que vista preciosísima, que encanto la playa, los arbolitos, los niñitos jugando, y este solcito maravilloso. Después que se tomen una duchita, si desean, pueden bajar al comedor, donde podrán comer un rico arrocito, con enchiladitas riquísimas y mucho picantito. Y no olvide de dejar un dinerito a diario para la camarerita.

 

Como vê, os diminutivos são parte importante da língua espanhola, é muito importante conhecer o seu uso. Para se acostumar com eles, o melhor é fazer muitos exercícios e ler bastante, especialmente histórias ou contos, que costumam usar muitos diminutivos, bem como aumentativos e despectivos, que veremos em breve.

 

Vocabulário do artigo

Perro – cachorro, cão
Cielo – céu
Mantel – toalha de mesa
Despacio – devagar
Rato – espaço de tempo (vengo en un rato/volto daqui a pouco)
Flaco – magro
Hebilla – fivela
Choza – cabana rústica
Reyna – raínha
Enchiladas – comida típica, feita com chile, um tipo de pimenta mexicana.
Frutilla/fresa – morango
Manecilla – ponteiro do relógio
Manija – maçaneta
Violín – violino
Navidad – Natal

 

Verbos

Quitar – Tirar
Tirar – Jogar fora, jogar no lixo
Bajar – Descer
Apagar – Desligar
Jugar – Brincar
Regalar – Dar de presente
Quedar – Ficar

 

 

Agora, exercícios de fixação ◄◄

 

 

Os diminutivos são geralmente usados para dar essa conotação de suavidade no trato, de familiaridade e até uma certa ternura. Para um mexicano, dizer uma frase inteira sem um diminutivo, é como ser um pouco áspero. Então, quando estiver no México procure entrar na onda e dizer um ou outro diminutivo. E não perca o próximo post.